Entrevista com Antanas Mockus (2005)

Entrevista com Antanas Mockus, conduzida por Doris Sommer durante o 5o Encuentro do Instituto Hemisférico de Performance e Política, realizado em março de 2005 em Belo Horizonte, Brasil, sob o título Performance e “Raízes”: Práticas Indígenas Contemporâneas e Mobilizações Comunitárias. Durante a entrevista, Mockus participa de um jogo com a sua entrevistadora: em uma performance simbólica de ‘laços sociais’, eles estão atados um ao outro com uma amarra e precisam achar um jeito de desembaraçar-se através do movimento (sem cortar ou desamarrar), enquanto eles discutem a cultura cívica e os meios pelos quais pode-se resolver conflitos através da pluralidade da arte. Um matemático, filósofo e político colombiano, Antanas Mockus deixou o seu cargo de Vice-Reitor da Universidad Nacional de Colombia, em Bogotá, em 1993 e, em seguida, governou Bogotá como prefeito durante dois memoráveis termos. As suas iniciativas surpreendentes e muitas vezes jocosas costumavam envolver grandes gestos, muitas vezes incluindo artistas locais ou aparições do próprio prefeito – tomando um banho num comercial sobre a conservação da água, ou andando pelas ruas vestido com roupas de spandex e uma capa, como o Supercidadão. Mockus contratou 20 mímicos para controlar o tráfego e fazer gozação com aqueles que violassem as normas de trânsito – um programa que fez tanto sucesso que 400 outros mímicos foram rapidamente treinados. Ele também iniciou o programa ‘Noite das Mulheres’, em que os homens da cidade eram convocados a ficar em casa por uma noite para tomar conta da casa e das crianças. A cidade patrocinava concertos gratuitos ao ar livre, os bares ofereciam descontos especiais só para mulheres e a polícia feminina da cidade era responsável por manter a paz. Sob a sua liderança, Bogotá apresentou melhorias extraordinárias em todas as áreas – o consumo de água caiu 40%, a taxa de homicídio caiu 70% e as fatalidades de trânsito foram reduzidas em mais de 50%, para mencionar algumas.

In this interview, conducted by Doris Sommer at the Hemispheric Institute's 5th Encuentro (Belo Horizonte, Brazil, 2005), Mockus plays a game with his interviewer: in a symbolic performance of 'social bonds,' they are linked to each other with string and must figure out how to disentangle themselves through movement (no cutting or untying), as they discuss civic culture and the ways conflict can be resolved through the plurality of art..

Biography

A Colombian mathematician, philosopher and politician, Antanas Mockus left his post as vice-chancellor of Colombian National University in Bogotá in 1993, and proceeded to preside over Bogotá as mayor for two eventful terms. His surprising and often humorous initiatives tended to involve grand gestures, often including local artists or personal appearances by the mayor himself - taking a shower in a commercial about conserving water, or walking the streets dressed in spandex and a cape as Supercitizen. Mockus hired 20 mimes to control traffic and poke fun at traffic violators - a program so successful that another 400 mimes were quickly trained. He also initiated a 'Night for Women,' on which the city's men were asked to stay home for an evening to look after the house and the children. The city sponsored free open-air concerts, bars offered women-only specials, and the city's women police were in charge of keeping the peace. Under his leadership, Bogotá saw remarkable improvement across the board - water usage dropped 40%, the homicide rate fell 70%, and traffic fatalities dropped by over 50%, to mention only a few.

Media

Additional Info

  • Título: Interview with Antanas Mockus
  • Alternate Title: Antanas Mockus
  • Data da performance: 18 Mar 2005
  • Lugar: Interviewed on March 18, 2005 as part of the Hemispheric Institute's 5th Encuentro in Belo Horizonte, Brazil.
  • Interviewee: Antanas Mockus
  • Interviewer: Doris Sommer
  • Duração: 00:22:34
  • Idioma: espanhol