Print this page

Companhia de Dança Palácio das Artes

enc05_danca_palacios_LgPhoto/ Foto: Julio Pantoja

 

Coreografia de Cordel

 

Biografia

A Cia. de Dança Palácio das Artes intensificou no final da década de 90 o processo de criação do bailarino no produto artístico. Novas coreografias foram criadas, seja através de renomados coreógrafos convidados ou por algum bailarino do próprio grupo, a exemplo de Imago, de Rodrigo Gièse (1997), o que culminou nas montagens de Entre o Céu e as Serras, Sonho de Uma Noite de Verão e Poderia Ser Rosa. O foco de gestão da Cia., sob a responsabilidade de Cristina Machado, utiliza a potencialidade criadora dos bailarinos, incentiva e promove a pesquisa em dança. Coreografia de Cordel, de 2004, supera um passado de identificação estrita com o balé clássico. Herda, porém, dos primeiros anos, o profissionalismo, característica marcante do antigo Corpo de Baile. A Cia. foi fundada em 1971 pelo ex-bailarino do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Carlos Leite (1914-95). Lançando mão do ensino da técnica clássica, o mestre de balé e coreógrafo profissionalizou bailarinos e construiu a excelente reputação nacional da companhia. Por mais de 20 anos, o grupo dedicou especial atenção a montagens de grandes peças do repertório erudito e às operas produzidas pela casa.

Additional Info