Arte indígena e museus

Participantes: Jolene Rickard (Tuscarora, USA) and Paul Chaat-Smith (Comanche, USA), Candice Hopkins (Canadá), João Pacheco de Oliveira (Brasil), Edmundo Mendes Pereira (Brasil)

Moderadora: Betânia Gonçalves Figueiredo (Brasil)

Biografias

Jolene Rickard é uma escritora e fotógrafa que concluiu seu doutorado na State University of New York in Buffalo, onde atualmente leciona. Ela tem mestrado em Ciência, na Faculdade Estadual de Búfalo, e bacharelado em Artes no Instituto de Tecnologia de Rochester, e estudou na London College of Printing, na Inglaterra.

Paul Chaat Smith tem sido reconhecido como uma das principais vozes relacionadas aos problemas da arte, identidade, cultura de massa e políticas dos indígenas americanos. Nomeado três vezes Crítico Residente de galerias nos Estados Unidos e Canadá, Smith foi curador de exibições, escreveu ensaios para catálogos, e ainda organizou exibições fílmicas. Proferiu palestras na National Gallery of Art; na Smithsonian Institution, em Washington; no Center for the Arts, em São Francisco; e no Getty Center for the History of Art and the Humanities, em Los Angeles. Em 1994, o Sundance Institute o convidou a contribuir com um ensaio para seu catálogo e a presidir um painel no festival daquele ano sobre filmes indígenas recentes e Hollywood. Em 1995, ele apareceu no programa de televisão a cabo “Markings” com Neil Bissondath. A entrevista, intitulada "Black Elk Reconsidered," com duração de uma hora, foi nacionalmente transmitida no Canadá.

Candice Hopkins (Métis, Tlingit) é a curadora residente da Walter Phillips Gallery. Ela tem o MA do Center for Curatorial Studies, Bard College, NY. Sua mais recente curadoria, o projeto: Every Stone Tells a Story: The Performance Work of David Hammons and Jimmie Durham, foi aberto no Berrie Center Art Galleries, Ramapo College, NJ, em novembro de 2004. Seu trabalho está apresentado nas seguintes fontes: www.horizonzero.ca; FUSE Magazine; Transference, Tradition, Technology: Native New Media Exploring Visual and Digital Culture, and Making a Noise!; Aboriginal Perspectives on Art, Art History, Critical Writing and Community; ambos a ser publicados pela Walter Phillips Gallery. Hopkins palestrou no Tate Britain, Northern Gallery for Contemporary Art, Sunderland, UK, Dak'Art_Lab, Senegal e no Canadá no Alberta College of Art and Design.

João Pacheco de Oliveira é Professor Titular de Etnologia do Museu Nacional/UFRJ, onde orienta pesquisas e ministra cursos no Programa de Pós-graduação em Antropologia Social. Pesquisador 1A do CNPq, coordenou o “Projeto Estudo sobre Terras Indígenas no Brasil: invasões, uso do solo e recursos naturais”, financiado pela Fundação Ford e pelo CNPq, de 1985 a 1993, e vem trabalhando sobre os índios Ticuna desde 1974. Foi presidente da Associação Brasileira de Antropologia de 1994 a 1996.

Edmundo Pereira: Antropólogo, etnomusicólogo e músico. Doutorando pelo PPGAS-Museu Nacional/UFRJ desenvolvendo pesquisa sobre ritual e política entre os Uitoto-murui do rio Putumayo, Amazônia colombiana. Pesquisador do Laboratório de Pesquisas em Etnicidade, Cultura e Desenvolvimento (LACED) do Museu Nacional/UFRJ onde é co-editor da Coleção Documentos Sonoros do Museu Nacional. Membro-fundador do grupo Gesta que desde 1996 desenvolve trabalhos interseção entre a música erudita e a popular tendo lançado em 2004 o CD A chave de ouro do reino do vai-não-volta. Desde 1996 realiza pesquisas e gravações de campo em Minas Gerais, em especial no médio vale Jequitinhonha, atenção voltada para a viola caipira e o repertório de cantos a ela associado. Membro da Associação Brasileira de Etnomusicologia e do ICTM (International Council for Traditional Music).

Betânia Gonçalves Figueiredo é Professora do Departamento de História da UFMG, mestra em História pela Unicamp e Doutora em Sociologia pela USP. É autora do livro A arte de Curar: cirurgiões, médicos, boticários e curandeiros no século XIX em Minas Gerais, (2002) e coordenadora da Rede de Museus da UFMG (2000 a 2004).