Agentes Culturais

Participantes: Peter Kulchyski (Canadá), João Kulcsar (Brasil), Miriam Pederneiras (Corpo Cidadão, Brasil)

Moderadora: Doris Sommer (USA)

Biographies

Peter Kulchyski recebeu seu B.A. em Ciências Políticas (Hons) na Universidade de Winnipeg em 1980. Recebeu seu M.A. (1981) e seu Ph.D. em Ciências Políticas (1988) na Universidade de York. As pesquisas do Dr. Kulchyski focalizam políticas culturais aborígines; desenvolvimento político em NWT e Nunavut; teoria crítica contemporânea; reivindicação de terras e auto-governo; direitos aborígines. Dr. Kulchyski tem publicado nas áreas de First Nation and Aboriginal rights e impactos nos direitos de uso da terra. Está trabalhando em artigos que cobrem os padrões de consulta e consentimento comunitário para povos aborígines e nativos. Em 1994, Dr. Kulchyski editou Unjust Relations: Aboriginal Rights in Canadian Courts. Esta coleção de casos, acompanhada de comentários, cobrem a forma como as cortes canadenses têm definido os direitos do aborígine de 1888 a 1990.

João Kulcsar é atualmente Professor de Fotografia da Universidade SENAC, em São Paulo, Brasil. Ele é candidato a doutorado na PUC/SP. Ele foi professor-visitante na Escola de Graduação em Educação da Universidade de Harvard em 2002 e 2003. Kulcsar é Mestre em Artes pela Universidade de Kent, onde estudou literatura visual. Ele dirigiu cinco filmes, e foi curador de inúmeras exibições fotográficas. Desde 1990 ele trabalha em instituições públicas e privadas, treinando professores para usarem fotografias na sala de aula. Ele trabalhou também em projetos envolvendo crianças de baixa renda e jovens em situação de risco (Febem), sempre usando o conceito de literatura visual.

Miriam Pederneiras é fundadora do GRUPO CORPO, onde atuou como bailarina (de 1975 a 1995), como assistente de coreografia da companhia e como diretora do CORPO ESCOLA DE DANÇA (a partir de 1997 até o momento), em muitas montagens, dentre elas MARIAMARIA e ÚLTIMO TREM, de Oscar Araiz , com música de Milton Nascimento e Fernando Brant; PRELÚDIOS, MISSA DO ORFANATO, A CRIAÇÃO E LECUONA, espetáculos de Rodrigo Pederneiras, coreógrafo residente da Companhia. É, ainda, Coordenadora do Projeto SAMBALELÊ e fundadora da Associação CORPO CIDADÃO e da Associação Querubins, onde exerce atualmente o cargo de presidente de ambas as entidades.

Doris Sommer é professora de Literatura Latino–Americana na Universidade de Harvard e diretora da Iniciativa de Agentes Culturais, que promove contribuições sociais através da reflexão artística e acadêmica. Dentre seus livros podemos citar: Cultural Agency in the Americas (a ser publicado); Bilingual Aesthetics: A New Sentimental Education (2004), Proceed with Caution, when engaged by minority writing in the Americas (1999), Foundational Fictions (1991).