Entrevista com Ana e Débora Correa (2007)

Entrevista com Ana e Débora Correa, do Grupo Cultural Yuyachkani, conduzida por Katherine Nigh como parte do 6o Encuentro do Instituto Hemisférico de Performance e Política, realizado em junho de 2007 em Buenos Aires, Argentina, sob o título Corpolíticas nas Américas: Formações de Raça, Classe e Gênero.

 Biografia

O coletivo de teatro mais importante do Peru, o Grupo Cultural Yuyachkani tem trabalhado desde 1971 na vanguarda da experimentação teatral, da performance política e da criação coletiva. “Yuyachkani” é uma palavra do idioma quechua que significa “estou pensando, estou recordando”. Sob este nome, o grupo de teatro tem dedicado-se à exploração coletiva da memória social incorporada, particularmente em relação a questões sobre a etnia, a violência e a memória no Peru. O grupo é composto de sete atores (Augusto Casafranca, Amiel Cayo, Ana Correa, Débora Correa, Rebeca Ralli, Teresa Ralli e Julián Vargas), um designer técnico (Fidel Melquíades) e um diretor artístico (Miguel Rubio), que firmaram um compromisso para com a criação coletiva como modalidade de produção teatral e para com o teatro em grupo como um estilo de vida. A sua obra tem figurado entre as mais importantes do chamado “Novo Teatro Popular” na América Latina, com um grande comprometimento para com os problemas, a mobilização e a defesa das comunidades de base. O grupo Yuyachkani recebeu o Prêmio Nacional de Direitos Humanos no Peru no ano 2000. Conhecido pela sua criativa adoção tanto das formas de performance indígenas quanto das formas teatrais cosmopolitas, o Yuyachkani oferece uma visão interna do teatro peruano e latino-americano e de questões mais amplas relativas à estética social pós-colonial.

yuya_int_570px

Interview with Ana and Débora Correa of the Grupo Cultural Yuyachkani, conducted by Katherine Nigh as a part of the 6th Encuentro of the Hemispheric Institute of Performance and Politics, celebrated in June of 2007 in Buenos Aires, Argentina under the title CORPOLÍTICAS en las Américas: Formaciones de Raza, Clase y Género / Body Politics in the Americas: Formations of Race, Class and Gender

Biography

Since 1971, Grupo Cultural Yuyachkani has been working at the forefront of theatrical experimentation, political performance, and collective creation. "Yuyachkani" is a Quechua word that means "I am thinking, I am remembering." Under this name, the theater group has devoted itself to the collective exploration of embodied social memory, particularly in relation to questions of ethnicity, violence, and memory in Peru. Founded through the initiative of Miguel Rubio, Teresa Ralli and others, the group is recognized throughout the world as one of the most premier exponents of Latin American theater. For the past 38 years, they have created performances intimately aligned with Peruvian society, involving the spectator in an act that is at once reflective and emotional. Yuyachkani creates a theater for all that reveals Peru's great diversity, drawing on rituals, the sacred, and Andean space to provoke an introspective investigation into the past that can help us understand the present.

yuya_int_570px

Additional Info

  • Título: Interview with Ana and Débora Correa
  • Alternate Title: Ana and Débora Correa
  • Data da performance: Jun. 10, 2007
  • Lugar: Interviewed in Buenos Aires, Argentina, on June 10, 2007, as part of the Sixth Annual Hemispheric Institute Seminar entitled Corpolíticas en las Ámericas / Body Politics in the Americas : formations of race, class and gender.
  • Interviewee: Ana and Débora Correa
  • Interviewer: Katherine Nigh
  • Duração: 28 minutes
  • Idioma: espanhol