Ouvindo os esquecidos: métodos arquivistas na música—uma conversa com Rosa Marquetti

Durante a sua residência no Instituto Hemisférico, a historiadora da música Rosa Marquetti participou desta conversa virtual com Licia Fiol-Matta e Alexandra Vázquez.

Aqui, Marquetti apresenta exemplos do que Vázquez chama de “método Marquetti”, incluindo como ela recupera a história da música afro-cubana face às práticas arquivistas anti-negros e como ela faz o melhor que pode com os recursos limitados para produzir uma narrativa da música como fenômeno comunitário. Fiol-Matta e Vázquez apresentam questionamentos a ela, buscando as suas perspectivas—como historiadora e amante da música cubana—sobre músicos como Juan Formell, Chucho Valdés, Celeste Mendoza e, logicamente, Celia Cruz. No final, a plateia tem a oportunidade de fazer perguntas sobre tópicos como o custo pessoal que a pesquisa de Marquetti lhe causou e as implicações sociopolíticas da sua pesquisa dentro da diáspora cubana.

Rosa Marquetti

Rosa Marquetti Torres recebeu um diploma em Filologia da Universidad de Havana. A sua conexão profissional com a música cubana começou em 1993 como executiva na Fundação Pablo Milanés. Marquetti é a autora de Chano Pozo: uma vida (1915-1948); El Niño con su tres: Andrés Echevarría Callava, Niño Rivera; Celia em Cuba (1925-1960); e do blog Desmemoriados—histórias da música cubana. Os seus artigos e pesquisas sobre importantes eventos, características e figuras da música cubana já foram publicados em jornais e revistas especializadas e gerais em Cuba, na Colômbia, na Espanha, na França e nos Estados Unidos.

Alexandra T. Vásquez

Alexandra T. Vázquez é professora adjunta no departamento de Estudos da Performance da New York University. Ela é a autora de The Florida Room (Duke 2022) e de Listening in Detail: Performances of Cuban Music / Escutando em detalhes: performances de música cubana (Duke 2013, ganhador do prêmio Lora Romero de melhor livro da American Studies Association). O trabalho de Vázquez já figurou na Turning the Tables, American Quarterly, small axe, Social Text, Women & Performance, JPMS e nos volumes editados Keywords in Latina/o Studies, Nonstop Metropolis: A New York City Atlas, Reggaeton e Pop When the World Falls Apart.

Licia Fiol-Matta Licia 

Fiol-Matta cresceu em San Juan, Porto Rico e é professora de espanhol e português na New York University. Ela escreve sobre estudos literários e culturais latino-americanos e latinxs, estudos da mulher e do gênero e música. Ela é a autora de A Queer Mother for the Nation: The State and Gabriela Mistral / Uma mãe queer para a nação: o estado e Gabriela Mistral (Minnesota; tradução da Editorial Palinodia, setembro de 2022) e The Great Woman Singer: Gender and Voice in Puerto Rican Music / A grande cantora: o gênero e a voz na música porto-riquenha (Duke; tradução do Editorial Callejón, fevereiro de 2017). Pela sua obra The Great Woman Singer, Fiol-Matta recebeu o prêmio de Estudos Literários e Culturais sobre Latina e Latino e Chicano e Chicana Americanos da Modern Languages Association em 2020; o prêmio Frank Bonilla de melhor livro da Puerto Rican Studies Association em 2018; e uma menção honrosa da premiação Woody Guthrie da International Association for Popular Music Studies—Estados Unidos em 2018.

Media

Additional Info

  • Lugar de apresentação: Auditorio León de Greiff, Universidad Nacional de Colombia
  • Data da performance: August 21, 2009
  • País: Colômbia