Ativismo que transcende a cidadania e o Estado

Convocantes: Edwin E. Corbin Gutiérrez, Peter Kulchyski, and Sirena Pellarolo

Este grupo de trabalho explora práticas coletivas, espaços e movimentos que emergem como alternativas ao paradigma moderno e ao projeto neoliberal em particular.

A partir da experiência dos participantes, este grupo questiona a premissa de direitos outorgados pelo estado e foca-se em práticas que expõem e se contrapõem ao papel conivente dos governos na difusão do neoliberalismo, de modo a criar práticas que despertem transformações sociais de base. Questionamos a idéia do "cidadão", a suposta universalidade dos direitos humanos e culturais, o estado como maior força de unificação e organização social, a fantasia de um pensamento global sem raízes e a atual decadência do capitalismo.

Esperamos refletir sobre possibilidades para o futuro, olhando exemplos de práticas sociais que estão funcionando hoje, ao redor do hemisfério, como vislumbres do "outro mundo" que podemos construir. O grupo de trabalho será estruturado como uma assembléia popular ou encontro comunitário. Cada participante deverá apresentar um trabalho curto (que pode ser um relatório oral ou uma estória, ou uma apresentação formal em powerpoint) sobre suas lutas e atividades, e atente para as seguintes questões:

  • • Como intervenções de base atuam como exemplos críticos de concretização contra forças políticas e econômicas mais evasivas?
  • • Como as comunidades podem ativar suas tradições e estruturas organizacionais e engajar com sucesso em lutas simbólicas?
  • • Como pensar a performance através do ativismo?
  • • Como ativismo performativo ativa repertórios populares de auto-governância?
  • • Como o ativismo comunitário circunscreve e derruba a corrupção e a intransigência governamental?

Nossos objetivos envolvem expandir o trabalho do Encontro de 2007 alargando cada vez mais redes de ativistas por justiça social no hemisfério, trocando táticas performativas usadas em variadas lutas e identificando pontos de alavancagem crítica capazes de abrir o caminho para mudanças revolucionárias.

Biografias

Edwin E. Corbin Gutiérrez faz doutorado no Departamento de Estudos da Performance da Northwestern University. Antes disso, Edwin pesquisou a performance comunitária em Caracas e estudou Teatro latino-americano na Universidad Central de Venezuela com uma bolsa Fulbright. É diplomado em Políticas Culturais pela Universidad Autónoma Metropolitana e tem Bacharelado em Estudos Teatrais pelo Emerson College.

Peter Kulchyski cresceu no norte de Manitoba e é um dos poucos não-indígenas que estudou num internado financiado pelo estado. Tem doutorado pela Universidade de Nova York e é um dos mais importantes acadêmicos canadenses em Estudos Indígenas. É director do Departamento de Estudos Indígenas da Universidade de Manitoba.

Sirena Pellarolo é ativista, acadêmica, poeta, dramaturga e educadora nascida na Argentina. É professora de Espanhol e de Estudos Latino-americanos na California State University, Northridge. É autora de numerosos artigos sobre performance latina na América e sobre estudos de gênero, globalização e novos movimentos sociais.

 

Participantes
Alexandra Filipak
Amanda Eckerson
Ana Paula Höfling
Andrea Maciel Garcia
Anne Gebelein 
Bethany Riley
Carlos Andrés Meza
Carlos Filipe Guzmán
David Ayala 
Edwin Corbin Gutiérrez
Fabiane Borges
Fabio Salvatti
Gilvanildo Avelino 
Iñaki Ceberio de León
Juliana Escobar
Karina Vanessa Castro Santana
María Amalia Garzón 
Naomi Angel
Peter Kulchyski
Roberta Santaella
Sirena Pellarolo
Sonia Yohana Garay Daza
Tamara Spira
Tiziana Salvatore
Violeta Luna