Clínica de Artes Visuais

Convocante: Jorge Hernández Esguep

Este grupo de trabalho busca refletir, compartilhar trabalho e discutir estratégias dentro e em torno do campo das artes visuais. O grupo se propõe abordar a problemática em termos da criação, da investigação e da difusão das obras e da sua relação imediata com o indivíduo tanto no espaço público como no privado. Cada participante deverá realizar uma apresentação da obra onde se manifeste um cruzamento transdisciplinar por parte do inscrito e da clínica. As obras deverão estar inscritas no interior das Artes Visuais (fotografia, pintura, vídeo, instalação, escultura, novos meios, Arte. net entre outros).

O trabalho de apresentação do participante para a clínica deverá ser uma investigação do estado do campo das "Artes visuais" de seu local de origem, para o qual se analisarão os deslocamentos do corpo da obra e sua relação com o espaço: social político e cultural. Se desenvolverão mecanismos de leituras em termos de produção cultural (Arte, Ação, Performance). O objetivo é fazer uma reflexão crítica por parte dos artistas, criadores ou gestores sobre os processos de construção da obra e poder fazer leituras do indivíduo contemporâneo e sua relação ao interior do tecido urbano (subjetiva, objetividade). Os objetivos anteriores buscam adquirir as ferramentas teóricas para conceitualizar os fenômenos visuais como corpo de reflexão crítica da obra social e suas implicações culturais e políticas.

E por último, os participantes do seminário/oficina deverão realizar um trabalho, uma mise-en-scène ou ações de arte, as quais podem ser individuais ou coletivas e serão exibidas na cidade com o objetivo de produzir um diálogo entre criadores e cidadãos.

Formato

Para a clínica, os participantes apresentarão o processo de construção de suas obras visuais (não mais que 20 minutos); isso com o objetivo de partir com uma descrição da obra (contexto social, político e cultural). Através disso, buscaremos estabelecer as leituras de tipo crítico como um elemento transversal que permita pontos de vista alternativos e contribuam com uma visão integral da obra apresentada. Por outro lado, o participante do seminário deverá contextualizar ou explicar não somente o conteúdo da obra, mas também apresentar as leituras de sua obra em nível textual, ou seja, “a partir do lugar que se constrói a obra”; é importante ter o maior apoio de material audiovisual (necessário). É importante assinalar que os participantes da clínica (inscritos) deverão manusear conceitos técnicos e léxicos das artes visuais, com o objetivo de buscar a utilização de exemplos concretos provenientes das experiências transdisciplinares como da vida real a fim de aproximar o concreto do abstrato. Por outro lado, acreditamos que seja necessário que os participantes da clínica tenham seu material visual num dossiê de obras. O pedido de participação para este grupo de artes visuais deverá ser acompanhado de uma resenha biográfica (currículo), descrição da obra, um ensaio ou apresentação da obra (200 palavras). O número ideal de participantes da clínica é de 24 pessoas.

Biografía

Jorge Hernández Esguep é Diretor da Escola de Artes Visuais na Universidade Austral, Chile.

 

Participantes
Álvaro Villalobos
Catalina Cortés Severino
Gabriela Agüero
Jorge Hernández Esguep
Maicyra Leão 
Maíra Vaz Valente
Manuel Chacón