Xandra Ibarra: Rindo nua

Foto: Walter Wlodarczyk

Rindo nua

Numa performance duracional na qual ri nua, Ibarra arrasta um casulo de nylon cheio de paradigmáticos “acessórios de mulher branca". Ela confronta os frustrantes encontros que corpos racializados têm com a branquitude e com a feminilidade branca, incorporando a meada da raça e negociando as dores e os prazeres da sujeição, da abjeção e de ser uma pessoa.

Biografia

Xandra Ibarra é uma performer da fronteira entre o México e os Estados Unidos que reside em Oakland e que por vezes trabalha sob o nome La Chica Boom. Ibarra utiliza performance, vídeo e esculturas para falar de abjeção e alegria. Ela já foi premiada com Art Matters Grant, NALAC Fund for the Arts, ReGen Fund, Franklin Furnace Award, e Queer Art Prize Award.