Marcela Rodríguez, Catalina Pereda & Natalia Pérez Turner: Rasgando o silêncio

Rasgando o silêncio

Esta obra é composta de várias peças performáticas para violoncelo e voz, inspiradas num libreto de ópera que Tito Monterroso escreveu para a compositora Rodríguez e que consistia em uma única enunciação monossilábica: Ai! Tomando o humor monterrosiano como ponto de partida, estas peças irrompem, exaltam e questionam os diversos silêncios que vão encontrando em seu caminho.

Biografias

Marcela Rodríguez nasceu na Cidade do México. Entre seus principais mestres encontram-se María Antonieta Lozano e Leo Brouwer. Desde 1979, escreve continuamente música para teatro, trabalhando com os principais diretores do México. Suas obras já foram tocadas no México, Estados Unidos, América Latina e Europa, em locais como Bellas Artes e Carnegie Hall, até o bar El Hábito y El Vicio.

Catalina Pereda canta, produz, escreve e, quando não tem outro jeito, dirige. Com a sua companhia Ópera portátil, tem se dedicado a levar ao palco espetáculos de ópera, músico-teatrais, infantis e de cabaré. Em 2015, obteve o primeiro doutorado em canto no México, outorgado pela UNAM.

Natalia Pérez Turner nasceu na Cidade do México. Violoncelista e improvisadora, é membra do Generación Espontánea, do Trío Filera e do conjunto Liminar. Divide o seu tempo entre a música contemporânea, o improviso e a colaboração com artistas de outras disciplinas: dança, artes visuais, teatro, performance, literatura e espetáculos infantis.