13 Personificação racial nas Américas

Descrição:

A personificação racial é um ato de ocupação no qual se possui, literal e figurativamente, o outro. É um ato de subrogação e o idioma através do qual se expressa e se manifesta o sentimento racial. Este grupo de trabalho convida pesquisas sobre a performance da paródia racial nas Américas, incluindo o blackface, o yellowface, o redface, o branqueamento, etc. – particularmente no contexto do humor e da sátira. Questionamos: O que nos dizem as representações paródicas da negritude, da indigeneidade, do asiático, dentre outros, sobre a raça e a formação racial nas Américas? De que modos estas performances afirmam e reconstituem estereótipos dos outros grupos sociais? Por que a personificação racial persiste como lugar para o riso e o humor nas Américas? De que modos os sujeitos racializados usam a paródia social para enfrentar as representações hegemônicas da negritude, da indigeneidade e do asiático? Como se perpetuam as interpretações coloniais da raça através das genealogias da personificação racial? Buscamos trabalhos que examinem a personificação racial como prática corporal e como presença na cultura popular e visual – seja em caricaturas, exibições de arte, festivais, cinema, teatro, performance ou outros fenômenos culturais.

Formato ou estrutura:

Cada participante terá 20 minutos para apresentar seu trabalho. Após cada apresentação, haverá uma discussão com xs demais participantes. A última reunião do grupo de trabalho será dedicada a uma discussão geral dos temas e às perguntas que surjam ao longo do Encuentro.

Idiomas que xs organizadorxs do grupo falam/entendem:

Espanhol e inglês.

Coordenadorxs:

Danielle Roper é a Professora Adjunta ‘Neubauer Family’ no Departamento de Línguas Românicas da University of Chicago. Concluiu um Ph.D. no Departamento de Espanhol e Português da New York University em 2015. O título da sua tese foi “Inca Drag Queens and Hemispheric Blackface: Contemporary Blackface and Drag Performance from the Andes to Jamaica”. Atualmente, está escrevendo o seu primeiro livro: Hemispheric Blackface: Impersonation and Multiculturalism in the Americas.

Cristel M. Jusino Díaz concluiu o seu Ph.D. no Departamento de Espanhol e Português da New York University. Tem um mestrado em Espanhol da New York University em Madri e um título de bacharelado em Estudos Latino-Americanos pela Universidad de Puerto Rico-Recinto de Río Piedras. A sua tese, entitulada “Balance Prepóstumo: Queer Temporality and Latin American Literature, 1983-1993”, enfoca questões de temporalidade queer na literatura latino-americana escrita durante os anos da crise do HIV-AIDS. Atualmente, é diretor adjunto de assuntos estudantis na Graduate School of Arts and Science da New York University.

Ricardo Gamboa é um artista premiado, ativista e acadêmico que cria obras radicalmente politizadas em Chicago, sua cidade natal, e em Nova Iorque. Gamboa é membro do Free Street Theater em Chicago e dos New York Neo Futurists em Nova Iorque. É também o fundador do coletivo The Young Fugitives. Atualmente, está concluindo o seu doutorado no Departamento de Estudos Americanos da New York University. Gamboa foi premiado com o Joyce Award e o International Connections Award, da John D. and Catherine T. MacArthur Foundation. Seus projetos atuais incluem o programa de notícias clandestino The Hoodoisie; a obra de teatro comunitária Meet Juan(ito) Doe; e a websérie BRUJOS.

Liliana Angulo é uma artista multimídia, pesquisadora, educadora e curadora da Colômbia. O seu trabalho já foi exibido nas Américas, Ásia e Europa. Suas obras abordam questões do corpo, a imagem e suas relações com os conceitos de gênero, etnia, linguagem, história e política. Angulo também colaborou com organizações sociais da diáspora africana. Em 2015, junto com outrxs artistas afro-colombianxs, fundou o Colectivo Aguaturbia, no qual organizou um encontro para artistas afro-colombianxs chamado “Encuentro de Artistas y Agentes Culturales Imaginación Radical Afro I.R.A.” Atualmente, Angulo vive na Colômbia.

Participantes:

  • Amarilis Pérez-Vera
  • Antônio Souza
  • Eduardo Leão
  • Emily (Nell) Haynes
  • Joiri Minaya
  • Katelyn Wood
  • Krizia Laureano Ruiz
  • Luis Arturo García
  • Mateus Gonçalves
  • Matthew Leslie Santana
  • Paula Valentina Roa Dueñas
  • Quanda Johnson
FaLang translation system by Faboba