Signa_Lab: O que dizemos ao algoritmo? Not today (datificação crítica e narrativas divergentes)

Esta oficina concentra-se no uso crítico de ferramentas de descarga e visualização de dados de redes sociais. Os participantes poderão realizar uma cartografia digital que dê conta de disputas de sentido em torno de discursos de ódio e medo, questionando os marcos de imunização atuais. Esta análise será realizada a partir de processos de visualização de dados e de filtros semânticos em função de palavras chaves que nos servirão para criar categorias conceituais. Ao final, mediante cruzamentos elementares de bases de dados e análises qualitativas de contextos políticos, serão produzidas táticas de interrupção lúdico-críticas que poderão ser apresentadas ao final das 16 horas de trabalho.

Biografias

Víctor Hugo Ábrego é professor titular em tempo integral no Departamento de Estudos Socioculturais do ITESO, onde também coordena o curso de Ciências da Comunicação e é coordenador criativo do Signa_Lab. Tem um mestrado em Comunicação da Universidad de Guadalajara e é membro do Padrón Nacional de Jóvenes Investigadores do SIJ, da UNAM. Seus temas de interesse são: biopolítica e cultura pop, big data e ciências sociais.

Diego Arredondo Ortiz é formado em Ciências da Comunicação pelo ITESM. Trabalha no Signa_Lab do ITESO em temas relativos à inovação e desenvolvimento de interfaces. É professor da disciplina na mesma universidade. Foi membro fundador de Wikipolítica Jalisco, onde colaborou na gestão de ferramentas colaborativas e de deliberação, bem como no desenvolvimento de estratégias de participação, comunicação política e produção audiovisual, tanto nos projetos da organização quanto nos processos eleitorais de 2015 e 2018.

Yann Bona é professor em tempo integral no Departamento de Psicologia, Educação e Saúde do ITESO. É pesquisador e coordenador na área de desenvolvimento tecnológico no Signa_Lab (ITESO). Tem um doutorado em psicologia social pela Universidad Autónoma de Barcelona (UAB). Seus interesses concentram-se em tudo o que tem a ver com as relações entre tecnologia, governo e sociedade, a teoria do ator-rede, a ação coletiva, a formação de grupos e também no domínio de métodos qualitativos e de novas técnicas de pesquisa para a sociedade da informação.

Alina Peña é professora pesquisadora do Departamento de Estudos Socioculturais do ITESO, Universidad Jesuita de Guadalajara e faz parte do Sistema Nacional de Investigadores (SNI). Tem doutorado pela Boston University, no Departamento de Estudos Hispânicos. Seus temas de interesse incluem: estética e (bio)política; memória e subjetividade em contextos de violência e desaparecimento. Sua pesquisa atual, “Poéticas de la excedencia: Prácticas audiovisuales en escenarios de frontera”, enfoca a noção de fronteira e a produção audiovisual artística que a aborda.

Rossana Reguillo Cruz, doutora em Ciências Sociais, é Investigadora Nacional (SNI, nível III). Membra da Academia Mexicana das Ciências, é professora-pesquisadora emérita no Departamento de Estudos Sócio-culturais do ITESO. Já foi professora convidada em diversas universidades da América Latina, Espanha e Estados Unidos. Seu último livro é intitulado Paisajes Insurrectos: jóvenes, redes y revueltas en el otoño civilizatorio (Barcelona, 2017).

FaLang translation system by Faboba