Zomo, o coelho: um mito da criação hip-hop (2009)

Derivado do folclore africano, o coelho Zomo é ambientado no contexto do século XXI e ressurge como um malandro – um arquétipo africano tradicional – que carrega um aparelho de som portátil e entoa letras de rap. Após ser desprezado por alguns dos outros animais, os quais diziam que ele não tinha talento, Zomo liga para a Deusa do Céu pelo seu celular e pede-lhe a dádiva do poder. Ela lhe atribui então três tarefas: recuperar os sapatos de dança do Grande Peixe, a tinta spray da Vaca Silvestre e o prato de scratch do DJ Leopardo. Ao longo dessa grande jornada, Zomo encontra criaturas de todas as partes que, ao final, ajudam-no a completar todas as três tarefas e aprender uma lição muito importante. À medida em que a jornada vai se desenrolando, vão-se revelando as mensagens do show sobre a amizade, a arte e sobre qual é a verdadeira fonte de poder, na realidade. Letras herméticas e humor satírico tornam este show igualmente divertido para crianças e adultos.

Media

Permanent URL: http://hdl.handle.net/2333.1/612jm8c3

Additional Info

  • Título: Zomo the Rabbit
  • Alternate Title: A Hip-Hop Creation Myth
  • Holdings: photo gallery, video (HIDVL)
  • Duração: 01:04:42
  • Idioma: English
  • Data da performance: 9 Oct 2009
  • Lugar: Ohio Theater Soho, 66 Wooster Street NYC, NY.
  • Type/Format: performance
  • Credits: Psalmayene 24, writer and director; Colin K. Bills, lighting designer; Nikki Cammack, props; Chris Baine, sound engineer.
FaLang translation system by Faboba