A saga de Canudos (2000)

Por meio de máscaras e marionetes, música e dança, A saga de Canudos conta a estória da construção e da destruição da cidade de Canudos em uma das guerras civis mais mortíferas que o Brasil já viu. A performance recupera os aspectos políticos do movimento liderado por Antônio Conselheiro no século XIX. Assolados pela fome e pela opressão, milhares de sertanejos reuniram-se em torno dessa figura legendária. A terra, os rebanhos, as ferramentas, tudo era propriedade coletiva, as tarefas eram distribuídas de acordo com a capacidade de cada um e as decisões eram tomadas coletivamente, em encontros diários. O seu lema, porém — “A terra não tem dono. A terra pertence a todos” — foi considerado um desafio direto aos proprietários de terra, ao governo e à igreja. A historiografia oficial pintou Antônio Conselheiro como um fanático, mas esta peça o apresenta como um homem consciente do seu papel histórico, um homem que lutou contra a escravidão e contra o monopólio da terra, que desafiou a igreja e o governo e que liderou os camponeses a derrotar o Exército Nacional diversas vezes.

Additional Info

  • Título: A saga de Canudos
  • Alternate Title: The saga of Canudos
  • Holdings: photo gallery
  • Idioma: Portuguese
  • Data da performance: 2000
  • Lugar: Porto Alegre, Brazil
  • Type/Format: play, performance
  • Cast/Performers: André Luís, Carla Moura, Clélio Cardoso, Denise Souza, Diego Comerlato, Edgar Alves, Gustavo Gojen, Jorge Perachi, Leila Silveira, Luís Fernando Xavier, Mauro Rodrigues, Paulo Flores, Renan Leandro, Sandra Steil, Sandro Marques, Tânia Farias, and Urso da Silva; Beatriz Britto, Daniel Gustavo, Jeferson Vargas, Luana Fernandes, Marcos Caldeira, Marta Haas, Nara Brum, Pedro Kinast De Camillis, and Roberta Darkiewicz
  • Credits: Adapted from O Evangelho Segundo Zebedeu, by César Vieira; Text fragments by Glauber Rocha and cordel literature; Ói Nóis Aqui Traveiz, script and direction; Alex de Souza, Fábio Paes, Gereba, Ivanildo Vila Nova, Padre Enoque Oliveira, Patinhas, and Raimundo Monte Santo, music; Tânia Farias, costumes; Denise Souza and Renan Leandro, masks; Clélio Cardoso and Renan Leandro, puppets; Antônio da Luz, Clélio Cardoso, and Mauro Rodrigues, props