Perfis de artistas

Guillermo Gomez-Peña/La Pocha Nostra

Guillermo Gomez-Peña/La Pocha Nostra

La Pocha Nostra é uma organização de artes transdisciplinares em constante transformação, fundada em 1993 por Guillermo Gómez-Peña, Roberto Sifuentes e Nola Mariano na Califórnia. O objetivo era conceitualizar formalmente as colaborações de Gómez-Peña com outros artistas performáticos. Fornece uma base (e fórum) para uma rede solta de artistas rebeldes de várias disciplinas, gerações e antecedentes étnicos cujo denominador comum é o desejo de atravessar e apagar as fronteiras perigosas entre a arte e a política, a prática e a teoria, o artista e o espectador. A partir de junho de 2006, incluem-se como integrantes, os artistas performáticos Guillermo Gómez-Peña, Violeta Luna, Michelle Ceballos e Roberto Sifuentes; os curadores Gabriela Salgado e Orlando Britto; e mais de trinta associados em todo o mundo em países como o México, a Espanha, o Reino Unido e a Austrália. Os projetos variam entre performance solo e duetos até instalações performáticas em larga escala incluindo vídeo, fotografia, áudio e cyber-art. La Pocha colabora através de fronteiras nacionais, raça, gênero e gerações. Seu modelo de colaboração funciona como um ato de diplomacia cidadã e como um meio de criar "comunidades efêmeras" de rebeldes com a mesma mentalidade. A premissa básica destas colaborações está fundada sobre um ideal: se aprendermos a atravessar fronteiras no palco, poderemos aprender a fazê-lo em esferas sociais muito maiores. La Pocha luta para erradicar mitos de pureza e dissolver fronteiras que circundam a cultura, a etnicidade, o gênero, a língua e o métier. Esses são atos radicais.

La Pocha Nostra Website | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.