Alicia Grullón

 Alicia Grullón

Alicia Grullón se movimenta entre a performance, o vídeo e a fotografia. Sua abordagem interdisciplinar se foca na crítica da política da presença, defendendo a inclusão de comunidades desfavorecidas nas esferas política e social. As obras de Grullón foram exibidas em várias exposições coletivas, incluindo a Franklin Furnace Archives, The Bronx Museum of the Arts, BRIC Arts | Media House, School of Visual Arts, El Museo del Barrio, Wallach Art Gallery da Universidade de Columbia e Performa 11. Grullón já recebeu financiamento de várias instituições, incluindo a Fundação Puffin, o Bronx Council on the Arts e o Departamento de Assuntos Culturais da Cidade de Nova York. Resenhas e artigos sobre seu trabalho podem ser encontrados no New York Times, Village Voice, Hiperalérgico, Creative Time Reports, Art Fag City e ArtNet News. Grullón participou de residências nos Estados Unidos, Coreia do Sul e Alemanha, e apresentou oficinas com Occupy Museums, Creative Time Summit '15 e The Royal College of Art, entre outros, como parte da Bienal do Museu Whitney, em 2017.