Entrevista com Rebecca Schneider: O que é o Estudo da Performance? (2007)

Entrevista com Rebecca Schneider: O que é o Estudo da Performance? (2007) HIDVL

Entrevista com Rebecca Schneider, conduzida por Diana Taylor, diretora fundadora do Instituto Hemisférico de Performance e Política. Esta entrevista é parte de uma série organizada pelo Instituto Hemisférico, articulada em torno da questão ‘O que é o Estudo da Performance?’ A série procura oferecer uma abordagem multifacetada à tarefa, muitas vezes difícil, de se definir as coordenadas tanto de um campo de estudo acadêmico quanto de uma lente através da qual se pode avaliar e documentar a prática cultural e o comportamento incorporado. As definições contingentes documentadas nesta série são baseadas nas experiências inovadoras e nos projetos acadêmicos de figuras renomadas no estudo e na prática da performance contemporânea.

Bibliografia

Rebecca Schneider é Chefe do Departamento de Artes Teatrais e Estudos da Performance da Brown University. Ela ensina Estudos da Performance, Estudos Teatrais e Teorias de Intermídia. Ela é a autora de The Explicit Body in Performance (Routledge 1997) e Performing Remains: Art and War in Times of Theatrical Reenactment (Routledge 2011). Ela também co-editou a antologia Re:Direction: A Theoretical and Practical Guide to 20th-Century Directing. Ela faz parte do grupo de editores do TDR: The Drama Review, editora contribuinte para o Women and Theatre, co-editora com David Krasner da série de livros “Theatre: Theory/Text/Performance”, da University of Michigan Press, e também da série “Performance Interventions”, da Palgrave McMillan. A professora Schneider tem ensaios publicados em diversas antologias, incluindo Psychoanalysis and Performance, Acting Out: Feminist Performance, Performance and Cultural Politics, Performance Cosmologies, Performance and the City e o ensaio “Solo Solo Solo”, no livro After Criticism. Como uma “teórica performática”, ela tem colaborado com artistas em locais como o British Museum, em Londres, e a Mobile Akademie, em Berlim, e também fez palestras em museus como o Guggenheim, em Nova Iorque, e o Gulbenkian, em Lisboa.

A professora Schneider já escreveu extensivamente sobre as práticas teatrais e performáticas que elastecem os limites aceitos em torno da mídia. Ela tem escrito sobre a arte performática, a fotografia, a arquitetura e a vida cotidiana como “performativas”. Os seus interesses de pesquisa estão relacionados à história do teatro, bem como à arte performática, à performance crítica de gênero e raça e à cultura visual e performance. O seu primeiro livro envolveu artistas que usam o próprio corpo como palco para as suas performances, situando-os no contexto das tradições históricas da “vanguarda” teatral e artística e fazendo uma leitura das suas obras frente à teoria crítica feminista e racial. Ela está atualmente trabalhando em práticas de artes plásticas e performance denominadas “reencenações”.

Media

Permanent URL: http://hdl.handle.net/2333.1/fj6q57rp

Additional Info

  • Título: Interview with Rebecca Schneider: What is Performance Studies?
  • Data da performance: 9 Nov 2007
  • Lugar: New York, New York
  • Interviewee: Rebecca Schneider
  • Interviewer: Diana Taylor
  • Duração: 00:08:51
  • Idioma: inglês